segunda-feira, 14 de abril de 2008

Mídia Nativa

Bom, quero falar que nesse ano de 2008, aconteceu o segundo evento da Mídia Nativa, e fui convidado mais uma vez para falar sobre a literatura indígena e pude falar tudo o que penso e o que espero desse surgimento e comentei da importância que tem a escrita pelos povos indígenas.
Sei que temos grandes escritores indígenas e que através dos seus trabalhos, muitos serão conscientizados. Essa é a missão dos escritores, mas também comentei que o povo indígena sempre sofreu um grande pré0conceito pela a sociedade e assim nossos livros também serão e por isso é importante que as pessoas que trabalham com a questão indígena conheça os livros dos escritores e que dê apoio porque senão nossos livros serão discriminados ou assassinados, sendo esquecidos nas livrarias.
E quero comentar que nesse dia 25 de Março onde nós comentamos sobre os temas falado pelos participantes esteve presente falando além de mim, o Marcos Terena, Naine Terena, e no final, já de noite esteve falando uma índia do Canadá, em francês, e por sorte ela quis conhecer uma aldeia e nisso ela foi conhecer a nossa aldeia, que é conhecida como Krukutu.
Bom, espero que essas poucas palavras que comentei nesse texto possa ter contribuído na parte da literatura.
E quem quiser conhecer o meu último livro que lancei, veja:
Ajuda do Saci, Editora DCL.www.editoradcl.com.br

7 comentários:

Uirá disse...

Oi Olivio Jekupé, queria fazer uma entrevista com você para o programa de rádio Laboratório de leitura exibido na rádio UFSCAR em são carlos e na Rádio comunitária Heliópolis.
Você topa participar?
abraços
Uirá
mande uma resposta>>
uirado2001@yahoo.com.br

Professora Ana Cláudia disse...

Ola Olivio!
sou professora de Portugues e literatura de uma turma de Formação de Docentes , Curso Normal para Professores Guaranis aqui no Paraná e gostaria de mostrar alguns de seus livros para eles,incentivando-os a também escrever e conhecer mais sobre trabalhos como o seu. ainda não consegui nenhum exemplar de seus livros,mas vou fazer uma compra pela internet. poderia colaborar com algumas sugestões???
Obrigada!
ana claudia

mary disse...

From: UNEMAT - Educação Indígena indigena@unemat.br
Date: 2008/10/15
Subject: Especialização em Educação Escolar Indígena
To: PROESI 2 indigenabb@hotmail.com

Prezados(as) Senhores(as)

A Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT, por meio do Programa de Educação Superior Indígena Intercultural - PROESI, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso - SEDUC/MT, a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - SECITEC/MT, a Fundação Nacional do Índio - FUNAI e a Prefeitura Municipal de Barra do Bugres, lança o Edital 2008 de Inscrição e Seleção para o Curso de Especialização Lato Sensu em Educação Escolar Indígena.

Neste edital são ofertadas 50 (cinqüenta) vagas para professores indígenas de Mato Grosso. Os interessados deverão postar via correio, no período de 20 de outubro a 07 de novembro de 2008, os seguintes documentos:

- Ficha de inscrição preenchida (em anexo);
- Cópia da carteira de identidade ou documento de identificação da FUNAI;
- Cópia do diploma de graduação em Licenciatura;
- Cópia do Curriculum Vitae comprovado;
- Plano Individual de Pesquisa (conforme modelo em anexo).

O endereço para encaminhamento da documentação é:

UNEMAT - Programa de Educação Superior Indígena
Campus Dep. Estadual Rene Barbour - Barra do Bugres
Rua A, S/N, Bairro São Raimundo
Caixa Postal 92
CEP 78390-000 - Barra do Bugres - MT

Maiores informações poderão ser obtidas no Edital encaminhado em anexo, pelo website http://indigena.unemat.br, email indigena@unemat.br ou pelo fone/fax (65) 3361-1964. O início do curso está previsto para 12 de janeiro de 2009.

Solicitamos a gentileza em divulgar o Edital e demais documentos aos interessados.

Gratos pela atenção,

Prof. Dr. Elias Januário
Coordenador Geral do PROESI

UNEMAT - Educação Indígena
Fone/Fax: (65) 3361 1964
indigena@unemat.br
indigenabb@hotmail.com
www.unemat.br/indigena


Mary
marypedro@uol.com.br

Educadora em Direitos Humanos disse...

“Com o Prêmio Dardos reconhecemos os valores que cada blogueiro mostra a cada dia no empenho em transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, em demonstrar, em suma, sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras.”

Com estas palavras, o Blog Graça Graúna recebeu o Premio Dardos, conferido por Márcia Sanches Luz. Com este prêmio recebi também o direito de homenagear 15 Blogs. Para tanto, os homenageados que desejarem exibir o selo devem seguir a sugestão seguinte:
1- Linkar o blog do qual recebeu o prêmio.
2 - Escolher 15 blogs para entregar o Prêmio Dardos e colocá-lo em seu blog (explicando ou não o motivo da premiação) e enviar esta mensagem ou outra com seu estilo a cada um dos escolhidos, como sugere a poetamiga Márcia. Nessa perspectiva, o meu abraço e o Premio Dardos vai para:

Aníbal Beça
A Amazônia é nossa
Claudia alma de poeta
Cores da palavra
Daniel Munduruku
Dhnet
Eliane Potiguara
Gilia Gerling
Interpoética
Linhas do desassossego
Madalena Barranco
Maniçoba dos meus versos
Olívio Jekupé
Repórter Free
Thiago de Melo


Nordeste do Brasil, 17 de novembro de 2008.
Graça Graúna

fabri disse...

bom dia ,eu sou fabrizio um italiano de roma,desculpa meu idioma scolastico,eu comprei um livro que se chama indiografie ,e eu ler tuo racconto olivio jekupe il sogno del curandeiro.eu penso o racconto e bom porque fala de voces,e muito bom a pessoa tiju...desculpa eu tem muite palavras ma nao lembro in portugues,eu queria comunicar que eu torço pra voces povo nativo.eu ler que no 2006 estava in roma,pegunta esta um livro tuo in italiano?depois indiografie onde esta tuas escritos?eu esto in orkut tchau

GRAÇA GRAÚNA disse...

Olivio, meu irmão de luta:´como você gosta de literatura preparei uma surpresinha pra você. Está no meu blog: o premio Literatura é arte. Espero que goste. Paz em Nhande Rú, Graunnha

fabri disse...

boa tarde,uma pergunta ,o suo ultimo livro ,se pode ler um dia in idioma italiano?espero ,torço pra voces