segunda-feira, 27 de abril de 2009

QUANDO ME TORNEI ESCRITOR

POIS É MEUS AMIGOS, NASCI EM 1965, E DESDE CEDO GOSTEI DE LER, E DEPOIS QUE APRENDI A LER ME SENTI FELIZ AO LER POESIAS E LIVROS INFANTIL COMO LIVROS DO MONTEIRO LOBATO.
AOS 15 ANOS DE IDADE COMECEI A RABISCAR ALGUMAS COISAS, ESCREVENDO POESIAS E ALGUMAS IDÉIAS QUE SURGIA NA MINHA MENTE, E NISSO COMECEI A PENSAR QUE NÓS INDÍOS PODEMOS LUTAR MUITO EM DEFESA DE NOSSO POVO ATRAVÉS DA ESCRITA. SE OS JURUA KUERY- NÃO ÍNDIOS SE DEFENDEM ASSIM, NÓS TAMBÉM PODEMOS FAZER O MESMO. CONTINUEI ESCREVENDO, MAS POR SER NOVO AINDA NÃO ENTENDIA MUITO BEM AINDA MUITAS COISAS.
QUANDO FOI EM 1984, DESCOBRI ALGO, ACREDITEI DESCOBRI QUE EU NA VERDADE ERA UM ESCRITOR E A PARTIR DAÍ, COMECEI A ESCREVER ROMANCE E OFICIALIZEI DIZENDO A TODOS QUE SOU ESCRITOR, E NISSO TODAS AS VEZES QUE EU FALAVA COM ALGUÉM EU DIZIA ISSO, PRINCIPALMENTE QUANDO JÁ NESSA ÉPOCA ME CHAMAVAM PARA DAR PALESTRAS.
O TEMPO FOI PASSANDO E O GOSTO PELA ESCRITA SEMPRE AUMENTANDO E APROVEITAVA TUDO PARA MOSTRAR O QUE EU ESCREVIA, AS VEZES EM PEQUENOS JORNAIS QUE TIVE OPORTUNIDADE. SAÍ NO JORNAL- AVOZ DO POVO, CORNÉLIO PROCÓPIO, NA FOLHA DE LONDRIANA.
DEPÓIS MUDEI PARA CURITIBA E PUDE PARTICIPAR DA FEIRA DO POETA, LÁ PUDE MOSTRAR MINHAS POESIAS PARA OUTROS POETAS E NAS PALESTRAS QUE FIZ E OUTROS PEQUENOS JORNAIS. UM DIA DEI UMA ENTREVISTA NO JONAL NICOLAU DE CURITIBA, ELE SAIA JUNTO NA GAZETA DO POVO E LÁ SAIU UMA POESIA MINHA QUE FICOU MUITO LINDA E ESSA POESIA CHEGOU ATÉ UMA MULHER QUE SE CHAMA GRAÇA GRAÚNA NO NORDESTE, ELE TEM ESSA MATÉRIA ATÉ HOJE E DIZ QUE É MINHA FÃ DESDE AQEUELS TEMPOS- 1988.
COM O PASSAR DO TEMPO CONSEGUI PUBLICAR MEU PRIMEIRO LIVRO, UMA PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE, O TÍTULO- LEÓPOLIS INESQUECÍVEL- 1993, OUTRA PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE, JÁ EM LONDRINA, 500 ANOS DE ANGUSTIA,1999.
NESSA ÉPOCA COMECEI A VENDER MEUS LIVROS PARA OS AMIGOS QUE VINA NA ALDEIA.
AGORA JÁ TENHO OUTROS LIVROS, COM EDITORAS CONHECIDAS, COMO UEL, PEIRÓPOLIS, EVOLUIR, DCL, E UMA COLETANEA PUBLICADA NA ITÁLIA.
SEI QUE MINHA VIDA DE ESCRITOR FOI DIFÍCIL, MAS PRAZEROSA, E CONTINUAREI ESCREVENDO LITERATURA INDIGENA PORQUE ACREDITO QUE ELA AJUDARÁ AOS INDÍGENAS E NÃO INDÍGENAS.
OBRIGADO POR AQUELES QUE JÁ LERAM MEUS LIVROS E SEMPRE DIZENDO QUE ESCREVO MUITO BEM, AGORA VOCE QUE JÁ LEU ALGO MOSTRE PARA OUTROS.

OLIVIO JEKUPÉ- ESCRITOR E POETA- CONTOS E ROMANCE.
oliviojekupe@yahoo.com.br

2 comentários:

Regis Copperfield disse...

Seu blog me foi recomendado por uma pessoa muito especial, RegisAngels.
E ela tem razão no que me disse, é muito bom. Parabéns.

Quequel Court disse...

Olivio, preciso falar com vc com urgência. Já deixei recado no teu celular. Abraços. Raquel de Curitiba.